Visitem nossos Blogs

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

quero poesia


Eu amei a vida ardente,
fosse apenas convicção, ...
Estar assim displicente,
dizendo sim; querer não.

adoro poesias na mente
lírica,versos, rimas: são
pobres, ricas, insistentes
quereres de um coração

vivo pelo vício da poesia,
sonoridade do meu pulsar
despetalado pela maresia,

eu, que no amor navegaria,
iria meu sonho em ti abrigar
os versos da minha fantasia.


Sérgio, o Beija-flor-poeta

M@ria

3 comentários:

NELLY disse...

Quero poesia....acho que todos querem....
lindo poema.
Deixo meu abraço e carinho para você , amiga
beijos

M@ria & Reggina Poesias disse...

Obrigada Nelly.......Volte sempre!

Manu disse...

Olá Maria!

É vício que em mim existe
é a poesia o meu alimento
amor que a tudo resiste
mais do que um sentimento

É poesia... Beijos.