Visitem nossos Blogs

sábado, 7 de novembro de 2009

SOBERANA LUA


Faces e faces dita-me, ó lua
Tão soberana boiando no céu
Prateia meu mar de alma nua
Retira, toda noite, meu véu

Sob tua luz derramo a essência
Em versos de estrelas tão claras
Dito as fases da pré-existência
Da tua beleza; pérolas tão raras

Lua, soberana dama da noite
Teu brilho é furto do astro-rei
Amante do sol; amor de açoite
Em tuas fases sempre morarei..


(Lena Ferreira)

M@ria

3 comentários:

Manu disse...

Olá Maria!

Diz-me soberana Lua
que do Sol és amante
que bela luz é a tua
é safira ou diamante

Beijos

REGGINA MOON disse...

Maria!!!Venho aqui como visitante te parabenizar pelo Poema!Que lindo!!
Amo Poemas sobre Luares...

Te adoro!

Beijos,

Reggina Mooon

M@ria & Reggina Poesias disse...

Agradecendo o carinho de voces

Beijos na almaaaaaaaa